Aguarde!
 Carregando o Conteúdo
          desta Página...
Home TopGyn
Envie por E-mail Fale Conosco

As plantas contra o câncer
Cientistas do mundo inteiro tem se dedicado ao estudo de substâncias químicas extraídas de plantas para combater o câncer. Na França, por exemplo, pesquisadores conseguiram ótimos resultados no tratamento de tumores cerebrais, câncer de ovário e mielomas (câncer da medula óssea) utilizando uma dessas substâncias, que foi batizada de BD-40. O interesse pelo poder terapêutico das plantas também tem crescido muito no Brasil. No 2º Encontro Nacional de Pesquisa do Câncer, realizado recentemente, pesquisadores de várias partes do país apresentaram alguns estudos sobre o extrato de velaminho e mentrasto, plantas brasileiras que podem auxiliar o tratamento de diversos tumores. Segundo Helder Carvalho "elas não apenas combatem o câncer, como também outros tipos de doenças".

O velaminho, também conhecido como velame no norte e velame verdadeiro, pode ser utilizado no tratamento de várias doenças venéreas - inclusive sífilis -, ajuda a acabar com distúrbios do aparelho urinário (principalmente secreções na bexiga), úlceras, doenças de pele (erisipela e certos tipos de urticário), reumatismo e até elefantíase. Sem falar que atua no processo de cura de várias espécies de câncer, principalmente do câncer de pele. O velaminho é encontrado em lojas de produtos naturais e pode ser preparado um chá com ele da seguinte maneira: pegar 10g de folha ou da raiz e colocar num litro de água quente. Devem ser tomadas de 3 a 4 xícaras por dia. "No caso do câncer de pele (ou de outros distúrbios do tecido cutâneo)", diz Helder Carvalho, "a pessoa deve, além de tomar o chá, colocar sobre a região afetada as folhas amassadas do velaminho". Além disso, quando o problema for o câncer - seja qual for a parte do corpo que ele estiver atingindo -, é indicado fazer um chá mais concentrado dessa planta.

Já o mentrasto - também chamado de erva-de-são-joão e catinga-de-bode - fortalece o organismo, cura diarréias, disenteria, cólicas intestinais e reumatismo agudo. "Ele é como o velaminho, de alto valor no tratamento do câncer". O chá desta planta deve ser preparado com 20g da folha ou raiz num litro de água quente. A pessoa poderá tomar de 4 a 5 xícaras por dia. Se ela tiver câncer, deve optar por um chá de mentrasto um pouco mais concentrado.

Fonte: Reportagem com o prf. Helder Carvalho coluna Vida Natural - Revista Mulher de Hoje ed. Bloch