Aguarde!
 Carregando o Conteúdo
          desta Página...
Home TopGyn
Envie por E-mail Fale Conosco

FRATURA FECHADA

Sintomas: Redução da capacidade de mover o membro afetado, dor no local da fratura e inchaço da região.
O que fazer: Pôr o membro acidentado na posição natural, sem forçar ou causar desconforto para a pessoa. Imobilizar, usando duas talas (qualquer material rígido) amarradas com tiras de pano ou ataduras. Colocar gelo no local.
O que não fazer: Usar talas que não tenham o comprimento suficiente para alcançar a parte superior e inferior da articulação.
Cuidados: Acolchoar a parte interna das talas para evitar que a pele seja ferida.Não apertar demais as ataduras ou as tiras de pano. Impedir que o tronco se curve.

VEJA MAIS:

O que fazer:

- Coloque o membro acidentado em posição natural tanto quanto possível, sem desconforto para a vítima;
- Prepare talas para sustentação do membro atingido com papelão, madeira, jornais dobrados, etc. de comprimento suficiente para ultrapassar as juntas acima e abaixo da fratura:
- Use panos, algodão em rama ou outro material macio para acolchoar as talas;
- Amarre as talas com ataduras, lenços ou gravatas, não muito apertados em, no mínimo, quatro pontos, dois abaixo e dois acima da fratura;
- No caso de fratura na perna, outro recurso consiste em amarrar a perna quebrada na outra perna, desde que esta esteja sã, tendo o cuidado, primeiramente, de colocar entre ambas um lençol ou manta dobrada;
- No caso de fratura no braço, pode-se fazer no tórax o elemento de imobilização: fixe o membro fraturado no tórax;
- Não movimente a vítima sem antes imobilizar o membro fraturado;
- Recorra a socorros médicos após estes procedimentos.