Aguarde!
 Carregando o Conteúdo
          desta Página...
Home TopGyn
Envie por E-mail Fale Conosco

HEMORRÓIDAS

Inflamação e dilatação das veias que terminam no reto e no ânus.
O principal sintoma é a dor aguda decorrente do esforço para evacuar; nesta circunstância, podem ser vistos pequenos tumores de consistência mole, que às vezes sangram.
Em alguns casos esses tumores localizam-se no reto e não podem ser vistos, mas o sangramento é perceptível junto às fezes. As inflamações hemorroidárias geralmente vêm acompanhadas de mal estar geral, vertigens, dores lombares e sensação de tensão e calor no ânus; ocorre também falso desejo de evacuar.
Nas mulheres, manifesta-se calor e corrimento vaginal. As hemorróidas podem surgir em decorrência de outras enfermidades (doenças do coração, pulmão, fígado, bexiga, útero, uretra e intestino); ou por erros alimentares, tal como o abuso de alimentos cárneos, temperos irritantes, alimentos gordurosos, alimentos processados e industrializados, alcoolismo e vida sedentária.
Pessoas que sofrem PRISÃO DE VENTRE crônica têm maior propensão a desenvolverem hemorróidas, que se não forem devidamente combatidas, podem degenerar-se em trombose hemorroidária.
Para combater essa enfermidade, o paciente precisa decidir-se por mudanças profundas em seus hábitos alimentares e estilo de vida.
As bebidas alcoólicas, os alimentos condimentados, as frituras, os alimentos cárneos e os embutidos devem ser eliminados da dieta.
Evite massas brancas em geral (pães, biscoitos, bolos, macarrão), doces, refrigerantes, açúcar refinado, mandioca, batata inglesa, feijões, leguminosas, maçãs etc.
A dieta ideal é composta de alimentos ricos em FIBRAS e inclui em cada refeição no mínimo um alimento laxante - por exemplo, mamão, purês de abóbora, beterraba crua ou cozida, laranja etc.; use legumes e verduras crus em abundância, tendo o cuidado de mastigar muito bem os alimentos sólidos.
Para combater o sedentarismo, faça caminhada matinal descalço sobre a grama úmida e outros exercícios físicos moderados. Beba água pura e fresca abundantemente.

TRATAMENTOS

Hortaliças
Acelga • Chá das folhas (30 g para 1 litro de água). Tomar 4 xícaras ao dia.
• Fazer compressas locais com as folhas amassadas, em forma de pasta, 3 vezes ao dia.
Alface • Chá das folhas e talos (80 g para 1 litro de água). Tomar 4 xícaras ao dia.
• Incluir salada de alface nas refeições.
Pepino • Compressa local com sementes amassadas, em forma de pasta. Acrescentar um pouco de água. Renovar a compressa a cada 30 minutos.
Repolho • Compressa das folhas amassadas, em forma de pasta, 3 vezes ao dia.
• Amassar folhas de repolho juntamente com água e tomar 1 colher (sopa) a cada hora.

Frutas
Banana • Compressa local com seiva da bananeira. Para extrair a seiva, fazer um corte na bananeira e aparar com um vasilhame.
Melão • Preparar supositório com a polpa da fruta e utilizar uma vez por dia.
Mamão • Suco diluído em água. Tomar 250 ml a cada 2 horas e meia.

Plantas
Alecrim, Boldo, Camomila e Carqueja • Chá combinado (40 g para 1 litro de água). Tomar 1 xícara após o almoço.
Babosa • Preparar supositório com a polpa das folhas e utilizar uma vez por dia.
Cabelo-de-milho, Cavalinho, Chapéu de Couro e Quebra pedra • Chá combinado (40 g para 1 litro de água). Tomar 4 xícaras ao dia.
Cacaueiro • Aplicar manteiga de cacau sobre as feridas, à noite ao deitar-se.

Outros Tratamentos
Geoterapia • Compressa de argila na região lombo-ventral, com duração de 2 horas.
Hidroterapia • Banho de assento com chá de camomila e assa-peixe (80 g para 1 litro de água), com duração de 20 minutos. Veja no link.
• Escalda-pés com duração de 20 minutos. Veja no link.

Texto extraído do livro "Medicina Alternativa de A a Z", Carlos Nascimento Spethmann.